segunda-feira, 2 de novembro de 2009

INHOTIM - um passeio imperdível em Minas Gerais


O Instituto Inhotim é um complexo museológico original, constituído por uma seqüência não linear de pavilhões em meio a um parque ambiental. Suas ações incluem, além da arte contemporânea e do meio ambiente, iniciativas nas áreas de pesquisa e de educação. É um lugar de produção de conhecimento, gerado a partir do acervo artístico e botânico.

Localizado em Brumadinho, a 60 quilômetros da capital mineira, possui um importante acervo de arte contemporânea e uma extensa coleção botânica. Em Inhotim, o meio ambiente convive em interação com a arte, e são o ponto de partida para o desenvolvimento de ações de caráter socioeducativo nas mais diversas áreas.

Algumas das obras que eu mais gosto são:
  • Edgard de Souza -  esculturas em bronze. Lindas e me lembram minha especialidade: coloproctologia.






  • Janet Cardiff, Forty Part Motet, instalação sonora em 40 canais, com duração de 14’7’’, cantada pelo coro da catedral de Salisbury, dimensões variáveis, 2001. É surpreendente!

Foto: Tibério França


  • Yayoi Kusama



  • Hélio Oiticica:




Outra atração é o Parque Tropical o qual possui áreas que seguiram conceitos sugeridos pelo paisagista Roberto Burle Marx. A enorme variedade de plantas faz de Inhotim um local onde se encontra uma das maiores coleções botânicas do mundo, com espécies tropicais raras e uma reserva florestal que faz parte do bioma da Mata Atlântica.









Postar um comentário

Postagens populares